12 dias de atividade vulcânica

EUA emite alerta vermelho por vulcão Kilauea, no Havaí

O alerta vermelho significa que uma grande erupção está iminente ou em andamento e que as cinzas podem também afetar o tráfego aéreo

ANSA

Vulcão Kilauea em erupção no Havaí / Foto: Reuters

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) elevou nesta quarta-feira, 16, para alerta vermelho o nível de erupção do vulcão Kilauea, no Havaí, depois de 12 dias em atividade. Até o momento, o fenômeno já provocou a evacuação de cerca de duas mil pessoas e deixou pelo menos 40 casas totalmente destruídas com a passagem da lava.

De acordo com as autoridades, o alerta vermelho significa que uma grande erupção está iminente ou em andamento e que as cinzas podem também afetar o tráfego aéreo. Esta é a primeira vez que o alerta é emitido desde que o Kilauea começou a entrar em erupção. O departamento de Defesa Civil informou que uma nuvem, entre 3 mil e 3,6 mil metros, foi formada depois da queda de rochas e explosões de gás de uma das crateras do vulcão.

“Estamos observando uma emissão de cinzas mais ou menos contínua agora com rajadas intermitentes e mais energéticas”, afirmou o cientista da “Hawaiian Observatory Observatory” (HVO), Steve Brantley. Além das cinzas, outra preocupação aos moradores da região é o dióxido de enxofre, já que, segundo a USGS, o gás está saindo de 21 fissuras, ou rachaduras no solo, causadas pelo vulcão. As autoridades do Condado do Havaí afirmaram que os níveis do gás tóxico são perigosos em algumas regiões e alertaram os cidadãos a deixarem suas casas.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo