40 anos

Na Festa de Cristo Rei, Canção Nova relembra início da Comunidade

Comemoração dos 40 anos da Comunidade Canção Nova acontecerá ao longo do ano de 2018

Denise Claro
Da redação

Casa de Maria, em Queluz, onde foi feito o apelo do Padre Jonas Abib aos jovens./ Foto: Canção Nova.

Neste domingo, 26, a Igreja comemora a Solenidade de Cristo Rei. E foi nesta mesma festa, que, no ano de 1977, Padre Jonas Abib fez o apelo aos jovens para viverem em Comunidade: “Quem quer dar um ano da vida pra Deus, para viver em Comunidade e fazer o que eu faço com vocês?”

A pergunta surgiu de uma inspiração de Deus e foi feita após um tempo de Catecumenato com os jovens. O grupo já vinha se reunindo, e neste dia seria o encerramento de um dos encontros. Padre Jonas é quem conta:

O fundador da Comunidade Canção Nova, Padre Jonas Abib, durante celebração da Missa nos primeiros encontros com os jovens./ Foto: Arquivo pessoal.

“Fiz a primeira palestra, já prevista. Como era o fim de semana de Cristo Rei, falei sobre a majestade, a soberania, o senhorio de Jesus. A palestra, sem que eu imaginasse, preparou o ambiente para que eu fizesse a proposta aos jovens. Para meu espanto, uma turma enorme se levantou. Refiz a pergunta e o mesmo número aceitou. Então eu disse a eles que tinham até janeiro para me dar uma resposta por escrito, com a permissão de seus pais.”

Luzia Santiago, cofundadora da Canção Nova, conta que demorou para se levantar. Somente na segunda vez que o Padre perguntou é que ela respondeu: “Eu sabia que, se me levantasse, não seria somente por um ano, mas seria para a vida inteira!”

Luzia lembra que teve que abrir a Palavra de Deus, e foi a passagem de Lucas 14, 28-31 que a iluminou. O trecho fala sobre uma construção, em que se precisa verificar primeiro se há condições de levá-la em frente, antes de levantá-la. “Era preciso fazer as contas”, diz Luzia.

Pouco mais de dois meses depois, no dia 2 de fevereiro de 1978, se inaugurava a Comunidade Canção Nova, com 12 pessoas.

Canção Nova, a Casa de Maria

Padre Jonas com os jovens, nos inícios da Comunidade Canção Nova./ Foto: Arquivo pessoal.

A Casa de Maria, na cidade de Queluz, está intimamente ligada ao início da Comunidade Canção Nova. Foi nela que aconteceu o apelo e que a comunidade nasceu.

A casa havia sido erguida após a necessidade de um local mais adequado para os encontros até então realizados na cidade de Areias (SP). O terreno tinha sido doado em 1976 e, em seis meses, a casa foi construída.

O senhor Hélio Ezequiel participou dos primeiros encontros e ajudou na obra da casa. “Desde que conheci a Canção Nova, a abracei, e nunca mais vou deixá-la. A Canção Nova mudou a minha vida. Padre Jonas me mostrou um Jesus que eu não conhecia.”

Ao ser perguntado sobre os frutos que a Canção Nova deu nesses 40 anos, Sr. Hélio responde: “O maior fruto da Canção Nova é a oficina de santos que é esta obra. A Canção Nova já forma homens e mulheres novas para um mundo novo. Eu amo esse Carisma. Ninguém naquela época podia imaginar o que a Canção Nova se tornaria. Sou hoje engajado na casa de Queluz, e vejo que a Canção Nova ainda tem muito por fazer. Agradeço muito a Deus por fazer parte dessa família.”

40 anos da Canção Nova

Diácono Nelsinho Correa é membro da Canção Nova desde 1984, mas acompanha o Padre Jonas desde 1975, quando tinha 15 anos. Ele diz que o fato do apelo do Padre Jonas ter acontecido na Festa de Cristo Rei não é um detalhe, mas diz muito do carisma Canção Nova:

“Não foi planejado… Padre Jonas vinha de trem, e na viagem sentiu o impulso. A vida inteira Padre Jonas passou pregando sobre o senhorio de Jesus, o Querigma, com muitos frutos de conversão.” 

Diácono Nelsinho reforça que esses 40 anos do chamado para se viver em comunidade é uma oportunidade de retomada das origens:

“Padre Jonas fala que a Canção Nova nasceu num presépio. E o presépio foi Areias, foi a Casa de Maria em Queluz, e na verdade hoje é um chamado a retornarmos à humildade e à simplicidade originais. Esse é o apelo atual e o desafio para nós: voltar às raízes.”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
Especial 40 Anos Canção Nova