PHN 20 anos

Dunga: PHN traz espiritualidade que nos fortalece

A 20ª edição do Acampamento PHN foi marcada por uma forte pregação por Dunga, que abordou diversos temas do universo jovem

Thiago Coutinho,
Da redação

Dunga durante pregação no PHN 20 anos / Foto: Roger Ferrari / cancaonova.com

Pedindo o silêncio para ouvir a Palavra de Deus, Dunga deu início neste domingo, 22, à última pregação do Acampamento PHN 2018, que completa sua 20ª edição.

“Não há como você voltar para casa como chegou aqui”, disse. “Quando nasceu, vinte anos atrás, o PHN era uma grande ideia. Depois, tivemos a certeza de que ele era uma grande inspiração. Mas ele traz uma grande espiritualidade, que nos fortalece em nossas lutas do dia a dia, que não é contra o pecador. A nossa será sempre contra o pecado. Nem é contra o Diabo, porque esta briga está acima de nós”, acrescentou o idealizador do Acampamento.

Para Dunga, o PHN veio para mudar a forma que as pessoas devem encarar o mundo hoje. “Por hoje não vou pecar. É uma disposição, é uma energia, que vai nascendo, crescendo a cada dia. Que vai tomando conta. Imagina que a cada dia temos a oportunidade de acertar o alvo. Se você tem escolhido o alvo correto, você já foi evangelizado. E como você já escolheu Deus, não errará mais o alvo. Por Hoje eu não vou errar o alvo”, afirmou.

Leia também
.: PHN 2018: Juventude é a época das maiores escolhas da vida, diz Dunga
.: PHN 20 anos: conheça a história de jovens que participaram do PHN
.: PHN 20 anos: Dunga recorda história do acampamento

Dirigindo-se às centenas de jovens que se aglomeravam no Centro Evangélico, Dunga pediu que nenhum deles desistisse das guerras diárias que cada um de nós trava para sobreviver. “A carata aos Hebreus nos esclarece isto. Os Hebreus eram judeus convertidos. Já estive em Cafarnaum, a cidade da misericórdia. A Carta dos Hebreus é direcionada aos convertidos”, lembrou o idealizador do PHN, ao citar o tema desta pregação, “Até ao sangue na luta (Hb 12, 1-4)”.

Dunga leu os quatro versículos de Hebreus, que foram a fonte de inspiração para este Acampamento. “Lembrem-se, combatam o pecado, não o pecador, ‘tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé’. Esta é palavra de Deus para cada um de nós”, disse.

“Você vai sangrar por um tempo”, continuou Dunga. “O sangue tem que sair do corpo, purificar e voltar para o corpo. Quando se tira um dente, tem que sangrar para deixar cicatrizar. E quando Jesus disse ‘ainda não chegaste até o sangue’ então, meu irmão, terei que dizer a você: você terá que sangrar, porque quando você precisa passar por uma cura interior, quando você precisa fazer uma experiência com Deus, é necessário sangrar”, enfatizou.

Castidade e drogas

Dunga pediu aos jovens que mantenham a castidade até o casamento. “Sou casado há 32 anos e sei que a vida de um casal verdadeira reserva fases maravilhosas”, destacou. Manter-se longe das drogas também foi um tema debatido pelo idealizador do PHN. “Por isso digo, irmão, você vai sangrar”, reiterou.

Próximo ao fim de sua pregação, Dunga convidou a todos para girar as camisetas no ar, momento muito aguardado por todos os jovens, quando têm a oportunidade de fazer novas amizades e trocar contatos, num dos momentos mais emocionantes do Acampamento.

Veja todas as pregações do Acampamento

Programação

O Acampamento PHN acaba neste domingo, 22. Além de Dunga, Padre Paulo Ricardo também realizou uma pregação, com o tema “Filho, eis tua Mãe (Jo 19,25-27)”. Uma celebração com o Padre Marcelo Rossi será realizada às 15h. O Padre Mario Sarto também realizou um aprofundamento, às 12h30, com o tema “Sexualidade dom de Deus”. Cassiano Meirelles fez um show, no Rincão, às 12h45.

.: Confira as fotos do #PHN20anos | 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
Cobertura PHN