window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

TESTEMUNHO

"Foi maravilhoso", dizem húngaros após visita do Papa

Mais de 50 mil fiéis se reuniram em Budapeste para dar adeus ao Santo Padre no último dia de sua Viagem Apostólica à Hungria

Da redação, com Reuters

Cerca de 50 mil fiéis se reuniram para assistir à missa do Papa em Budapeste / Foto: Reprodução Reuters

O Papa Francisco presidiu, neste domingo, 30, uma grande missa ao ar livre, onde exortou os húngaros a não fecharem as portas para os migrantes e aqueles que são “estrangeiros ou diferentes de nós”, em contraste com as políticas anti-imigrantes do primeiro-ministro nacionalista Viktor Orban.

Mais de 50 mil fiéis se reuniram ao redor da praça próxima ao icônico edifício neogótico do parlamento de Budapeste, um símbolo da capital às margens do Danúbio, para ver o Papa em seu último dia de visita ao país.

Leia também
.: Acompanhe a Viagem Apostólica do Papa à Hungria

“Gostei muito da missa e do discurso que ele deu, senti que ele dirigiu muitas partes especificamente para nós em seu discurso”, disse Judit, uma fiel que assistiu à missa.

Em sua homilia, o Santo Padre disse que se os húngaros quisessem seguir Jesus, deveriam evitar “as portas fechadas de nosso individualismo em meio a uma sociedade cada vez mais isolada; as portas fechadas de nossa indiferença para com os desfavorecidos e os que sofrem ; as portas que fechamos aos estrangeiros ou diferentes de nós, aos migrantes ou aos pobres”.

O Sucessor de Pedre acredita que os migrantes que fogem da pobreza devem ser bem-vindos e integrados porque podem enriquecer culturalmente os países de acolhimento e aumentar as populações cada vez menores da Europa.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo