Aos 89 anos

Bento XVI agradece felicitações recebidas no seu aniversário

Papa Emérito completou 89 anos no último sábado e retribui votos de felicidade que recebeu pela ocasião

Da Redação, com Agência Ecclesia

O Papa emérito Bento XVI agradeceu as felicitações recebidas no seu aniversário, no sábado, 16 de abril, quando completou 89 anos. “Ao agradecer os votos de parabéns por ocasião do seu aniversário pessoal, o pontífice emérito Bento XVI retribui com votos de felicidades e, neste Ano Jubilar, acompanha todos com a sua oração e a sua bênção”, informa uma nota divulgada pela Fundação Joseph Ratzinger-Bento XVI.

A mensagem é divulgada no dia em que se recorda o 11º aniversário de eleição de Bento XVI como sucessor de João Paulo II. O Papa alemão viria a anunciar a sua renúncia em 11 de fevereiro de 2013, após sete anos e dez meses de pontificado. Na época, ele falou de sua idade avançada para justificar uma decisão que não se verificava há cerca de 600 anos na Igreja Católica e abrir caminho à eleição de um sucessor, Francisco.

Assista: crônica por ocasião do aniversário de Bento XVI

Joseph Ratzinger realizou 24 viagens internacionais. No total, as viagens pontifícias tiveram como destino prioritário a Europa (16), seguindo-se de América (3), Oriente Médio (2), África (2) e a Oceânia (1). Além disso, foram 30 visitas em solo italiano.

Bento XVI assinou três encíclicas e presidiu três Jornadas Mundiais da Juventude, além de ter convocado cinco Sínodos de Bispos, um Ano Paulino, um Ano Sacerdotal e um Ano da Fé.

As encíclicas, textos mais importantes do pontificado, começaram a ser publicadas em 2006, com a ‘Deus caritas est’ (Deus é amor), um texto breve que apresenta a ‘essência’ do Cristianismo. ‘Spe salvi’ (Salvos na esperança) é o título da segunda encíclica de Bento XVI, dedicada ao tema da esperança cristã, num mundo dominado pela descrença e a desconfiança. A terceira encíclica, ‘Caritas in Veritate’ (A caridade na verdade), propõe uma nova ordem política e financeira internacional, para governar a globalização e superar a crise em que o mundo se encontra mergulhado.

Acesse
.: Todas as notícias sobre Bento XVI

Outra obra de grande impacto foi o livro-entrevista ‘Luz do Mundo’, de 2010, resultante de uma conversa com o jornalista alemão Peter Seewald, um registo que permitiu dar a conhecer Bento XVI e o seu pensamento sobre temas centrais para a Igreja e a sociedade.

O ensinamento papal destacou-se, para além das críticas ao relativismo e ao secularismo da sociedade ocidental, pela preocupação com as questões bioéticas, como aborto, eutanásia, investigação em embriões, e com a família, além da crise financeira e das questões ecológicas.

Em 12 de dezembro de 2012, Bento XVI chegou ao universo das redes sociais inaugurando uma conta no twitter. Até a época de sua renúncia, a conta tinha mais de 2,5 milhões de seguidores em nove línguas, incluindo o português.

Ainda em 2012, Joseph Ratzinger encerrou a sua trilogia sobre ‘Jesus de Nazaré’, com um livro sobre a infância de Cristo.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo