window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

Solidariedade

SOS Bento Rodrigues: Campanha é lançada em favor das vítimas

Arquidiocese e prefeitura de Mariana pedem ajuda da população em prol das vítimas da tragédia em Bento Rodrigues

Kelen Galvan
Da redação

A Arquidiocese e a prefeitura de Mariana (MG) lançaram uma campanha nesta sexta-feira, 6, em favor das vítimas da enxurrada de lama que destruiu o distrito de Bento Rodrigues na tarde de quinta-feira, 5.

Divulgação prefeitura de Mariana (MG)

Divulgação prefeitura de Mariana (MG)

A tragédia foi provocada pelo rompimento de duas barragens de rejeitos da mineradora Samarco e atingiu também os distritos de Paracatu, Águas Claras, Ponte do Gama, Barra Longa, Gesteiras e Pedras.

As principais necessidades são materiais de uso pessoal, como escovas de dente, roupas intimas, toalhas de banho, copos, talheres e pratos descartáveis que podem ser entregues no Centro de Convenções Alphonsus Guimaraens, localizado na Avenida Getúlio Vargas, s/n, Centro.

Uma conta bancária foi disponibilizada pela Prefeitura da cidade para facilitar as doações:
Banco do Brasil
Agência: 2279-9
Conta Corrente: 10.000-5
CNPJ: 18.295.303/0001-44

Solidariedade às vítimas

A estimativa é que pelo menos 18 mil pessoas tenham sido afetadas. Por enquanto, as famílias resgatadas estão sendo acolhidas na Arena Mariana.

Em nota, o arcebispo de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha, afirma que é o momento de unir esforços para minimizar a aflição e o sofrimento de todos os que foram atingidos por essa tragédia.

E exorta as comunidades, ligadas à arquidiocese a prestarem sua solidariedade às vítimas, acolhendo-as, doando alimentos e roupas, confortando-as, oferecendo-lhes suas preces. “A generosidade de todos será bálsamo a atenuar a aguda dor que toma o coração dos irmãos e irmãs que sofrem com essa terrível catástrofe”, destacou.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo