window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

Videomensagem

Sem desperdício nem poluição, pede Papa no Dia da Água

Cardeal Parolin enviou videomensagem, em nome do Papa, a evento virtual que celebra o Dia da Água nesta segunda-feira

Da Redação, com Boletim da Santa Sé

mensagem do papa para o dia da água

Água é bem essencial para a vida na Terra / Foto: Imagem de rony michaud por Pixabay

Um trabalho educativo para promover a mudança dos estilos de vida e, assim, preservar a água, bem essencial para a vida. Esse é o convite do Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, em videomensagem para o Dia Mundial da Água nesta segunda-feira, 22.

Leia também
.: “É necessário garantir água limpa e saneamento para todos”, diz Papa

A mensagem foi enviada em nome do Papa Francisco ao evento virtual realizado hoje em virtude da data. Neste ano, o Dia Mundial da Água tem como tema “Dar valor à água”.

Segundo Parolin, esse tema convida a uma maior responsabilidade em proteger e utilizar a água. Apesar de ser vital, o recurso não tem sido cuidado com o zelo e atenção que merece, aponta o cardeal.

A mensagem também frisa que, em pleno século XXI, o acesso à água potável e segura ainda não está ao alcance de todos. Recorda-se o que o Papa Francisco fala sobre a água em sua encíclica Laudato si’: um direito humano básico, fundamental e universal.

Efeitos das mudanças climáticas

O texto também menciona os efeitos das mudanças climáticas. Aqui, Cardeal Parolin cita, por exemplo, as inundações, secas, o aumento da temperatura e a variação nas chuvas. Efeitos que prejudicam a qualidade da água e impedem uma vida serena e fecunda.

“Também contribui para este estado a difusão da cultura do descarte e a globalização da indiferença, que levam o homem a se sentir autorizado a saquear e esgotar a criação”, afirma.

Ele lembra ainda que a atual crise sanitária ampliou as desigualdades sociais e econômicas. E isso evidenciou os danos causados pela ausência ou ineficiência dos serviços de água entre os mais necessitados.

Leia também
.: Papa incentiva governantes a buscar resposta às mudanças climáticas

“Pensando em quantos hoje carecem de um bem tão substancial como a água, assim como nas gerações que nos sucederão, convido todos a trabalhar para acabar com a poluição dos mares e rios, das correntes subterrâneas e mananciais, através de um trabalho educativo que promova a mudança dos nossos estilos de vida”.

Valorizar a água

Sobre o tema da data deste ano, Cardeal Parolin destaca que valorizar a água significa mudar a própria linguagem. Em vez de falar do seu “consumo”, falar do seu “uso” sensato. 

“Se vivermos com sobriedade e colocarmos no centro de nossos critérios a solidariedade, usaremos a água racionalmente, sem desperdiça-la inutilmente, e poderemos compartilhá-la com quem mais necessita”.

O cardeal também atenta que a segurança alimentar e a qualidade da água estão intimamente ligadas entre si. A água, recorda, tem  papel essencial nos sistemas alimentares, desde a produção até o consumo e distribuição. 

“O acesso à água potável e ao saneamento adequado reduz o risco de contaminação dos alimentos e de propagação de enfermidades infecciosas, que afetam o estado nutricional e a saúde das pessoas”.

Agir sem demora

Cardeal Parolin conclui a mensagem destacando que, para garantir o justo acesso à água, é urgente agir sem demora. E isso de forma a acabar de uma vez por todas com o desperdício de água, sua consideração como uma mercadoria e sua contaminação.

“Apressemo-nos, portanto, para dar de beber a quem tem sede. Corrijamos nossos estilos de vida para que não desperdicem nem contaminem. Convertamo-nos em protagonistas daquela bondade que conduziu São Francisco a qualificar a água como uma irmã ‘que é muito humilde, preciosa e casta’!”.

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo