window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

Bispo de Pemba

Papa renova proximidade à população de Cabo Delgado

Papa recebeu ontem o bispo de Pemba e renovou sua proximidade à população de Cabo Delgado afetada por conflitos

Da Redação, com Vatican News

Um novo sinal da proximidade e do grande amor do Papa pelo povo moçambicano e, em particular, pelos habitantes da região de Cabo Delgado. O bispo de Pemba, Dom Luiz Fernando Lisboa, falou neste sábado, 19, ao Portal Vatican News sobre seu encontro com o Papa Francisco realizado ontem no Vaticano.

A audiência de Dom Luiz Fernando com o Papa durou cerca de 40 minutos. O bispo relatou ao Santo Padre a grave situação humanitária desta região de Moçambique, que sofre há alguns anos com violentos conflitos armados, com infiltração de milicianos islâmicos pelo controle dos recursos naturais: em 2010, foi descoberto na costa um dos maiores campos de gás natural liquefeito da África.

Leia também
.: Igreja no Brasil mobiliza campanha emergencial em apoio a Cabo Delgado

A população tem sido quem paga as consequências do conflito: nos últimos três anos, pelo menos duas mil pessoas perderam a vida. Dom Lisboa disse que os deslocados são cerca de 600 mil, sendo 150 mil em Pemba. O bispo recordou que, recentemente, Francisco enviou uma ajuda financeira para aqueles que tiveram que deixar suas casas.

Dom Luiz Fernando recordou o apelo lançado pelo Papa na Páscoa, na mensagem Urbi et Orbi em 12 de abril, quando convidou a não esquecer esta grave crise humanitária. Também recordou que o Pontífice telefonou para ele em agosto passado, manifestando de novo sua dor e proximidade. Na ocasião, o bispo disse ao Papa: “Santo Padre, o senhor colocou Cabo Delgado no mapa do mundo”.

Francisco havia falado desta situação já em sua viagem apostólica em Moçambique em setembro do ano passado. A sua intervenção – destaca o bispo – é fundamental, porque internacionaliza esta crise e ajuda os outros a se sentirem responsáveis em dar uma resposta. De fato, está chegando ajuda de várias partes do mundo, revela Dom Luiz.

O Papa – concluiu o bispo de Pemba – continua a seguir de perto os eventos e reza constantemente pela população que sofre.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo