Nesta sexta-feira, 28

Papa recebe bispo alemão envolvido em polêmica

Dom Franz-Peter Tebartz van Elst foi afastado do ministério episcopal em outubro do ano passado

Da redação, com agências

O bispo alemão de Limburgo (Alemanhã), Franz-Peter Tebartz van Elst, foi recebido pelo Papa Francisco, nesta sexta-feira, 28, no Vaticano. O encontro se deu dois dias após a aceitação da renúncia do bispo, que foi afastado a função episcopal por conta do escândalo envolvendo gastos exorbitantes na diocese onde atuava.

O encontro foi anunciado em um breve comunicado do Vaticano e tem sido considerado um gesto de boa vontade do Papa Francisco para com o bispo alemão.

Sobre Dom Franz-Peter, a Santa Sé explicou que “a situação na diocese de Limburgo impede o exercício fecundo de seu ministério”.

“O Santo Padre pede ao clérigo e aos fiéis da diocese de Limburgo que recebam as decisões da Santa Sé com docilidade e que se esforcem para recuperar um clima de caridade e de reconciliação”, afirma o comunicado da Santa Sé.

Meses atrás, o financiamento da reforma do centro diocesano de Limburgo chamou a atenção dos católicos. Os gastos na construção chegaram a 31 milhões de euros (43 milhões de dólares), ao invés dos seis previstos inicialmente.

O Santo Padre aceitou a renúncia apresentada em 20 de outubro pelo religioso, que foi substituído provisoriamente por um vigário geral.

Uma comissão de investigação foi nomeada pela Igreja da Alemanha para apresentar um relatório sobre os gastos da diocese.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo