Jesuíta Pedro Fabro é proclamado santo pelo Papa Francisco

Beato Pedro Fabro, sacerdote professor da Companhia de Jesus, nascido em Le Villaret (Alta Saboia, França) em 13 de abril de 1506

Rádio Vaticano

Beato-Pedro-Fabro

Beato Pedro Fabro (FOTO: Portal dos Jesuítas)

O Papa Francisco recebeu em audiência privada nesta terça-feira, 17, o Prefeito da Congregação da Causa dos Santos, Cardeal Angelo Amato. No decorrer do encontro, o Sumo Pontífice, após ouvir o Relatório, estendeu à Igreja universal o culto litúrgico em honra ao Beato Pedro Fabro, sacerdote professor da Companhia de Jesus, nascido em Le Villaret (Alta Saboia, França) em 13 de abril de 1506 e falecido em Roma em 1º de agosto de 1546, inscrevendo-o no Catálogo dos Santos.

Ao mesmo tempo, autorizou a Congregação a promulgar os Decretos que reconhecem:

– o milagre, atribuído à intercessão da Venerável Serva de Deus Maria Teresa Demjanovich, religiosa professa da Congregação das Irmãs da Caridade de Santa Isabel; nascida em Bayonne (Nova Jersey, Estados Unidos) em 26 de março de 1901 e falecida em 8 de maio de 1927;

– as virtudes heróicas do Servo de Deus Emanuele Herranz Establés, Sacerdote diocesano e Fundador das Religiosas Escravas da Virgem Dolorosa; nascido em Campillo de Dueñas, Espanha, em 1º de janeiro de 1880 e falecido em Madrid, Espanha, em 29 de junho de 1968;

– as virtudes heróicas do Servo de Deus Giorgio Ciesielski, leigo e pai de família; nascido em Cracóvia, Polônia, em 12 de fevereiro de 1929 e falecido no Egito em 9 de outubro de 1970.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo