window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

Igreja na China

China e Santa Sé assinam Acordo Provisório sobre nomeação de bispos

Acordo entre China e Santa Sé é um primeiro passo para que os fiéis chineses tenham bispos católicos em comunhão com Roma

Da redação, com VaticanNews

Depois de uma aproximação gradual e recíproca, foi assinado neste sábado, 22, em Pequim, China, o Acordo Provisório sobre a nomeação dos Bispos, com a esperança de que possa contribuir positivamente para a vida da Igreja na China, para o bem dos chineses e para a paz no mundo.

Os contatos entre a Santa Sé e a República Popular da China estão em andamento há algum tempo para tratar questões eclesiais de comum interesse e para promover ulteriores relações de entendimento.

O acordo foi assinado durante uma reunião em Pequim entre o subsecretário das Relações da Santa Sé com os Estados, Dom Antoine Camilleri, e o vice-Ministro das Relações Exteriores da República Popular da China, Wang Chao, respectivamente chefes das Delegações vaticana e chinesa. 

Sobre a assinatura do acordo, o diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, Greg Burke, declarou que este é apenas o começo de um processo.

“Este não é o fim de um processo. É o começo! Tratou-se de diálogo, de escuta paciente de ambos os lados, mesmo quando as pessoas vêm de pontos de vista muito diversos. O objetivo do acordo não é político, mas pastoral, permitindo que os fiéis tenham bispos em comunhão com Roma, mas ao mesmo tempo reconhecidos pelas autoridades chinesas”, afirmou.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo