window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

Mês Mariano

Fiéis contam como oração do Terço gera proximidade com Jesus e Maria

Professor Felipe Aquino reforça que o Santo Terço é cristocêntrico, ou seja, centrado em Cristo; confira relatos de quem vive essa devoção 

Huanna Cruz
Da Redação

Foto: Myriams-Fotos

A oração do Terço permite que os fiéis meditem toda a vida de Jesus e o mistério da Redenção do mundo. É o que afirma o professor de História da Igreja, Felipe Aquino. Segundo ele, o Terço é cristocêntrico, ou seja, centrado em Cristo. No foco de cada Ave Maria, ele reforça que está a palavra “Jesus”. Isto é, cada Ave Maria gira em torno do nome de Jesus .”Rezar o santo Terço com devoção significa crer nos mistérios de nossa fé”, ressalta o professor. 

A missionária da Comunidade Canção Nova, Patrícia Coelho Costa afirma que que os mistérios do Rosário são como uma “catequese familiar”. “É a Mãe nos ensinando a caminhar com Cristo, do seu jeito e com a sua linguagem. E quanto mais nos afinamos à sua maneira de nos formar, mais seremos semelhantes ao seu Filho”.

A missionária Patrícia Coelho / Foto: Arquivo Pessoal

Devoção mariana

Já é cena corriqueira ver o Papa Francisco se dirigir à Basílica de Santa Maria Maior, em Roma, todas as vezes que sai e que volta de uma viagem apostólica. Ele pede a intercessão pelo êxito da missão e, depois, leva flores para agradecer. Ele realiza essas orações diante da imagem da Virgem “Salus Populi Romani”, num dos principais altares laterais da Basílica. A devoção mariana do Santo Padre é visível também nas orações dominicais do Angelus. 

De acordo com o professor Felipe, são muitas as formas de viver a devoção mariana. “Eu procuro rezar o Santo Rosário todos os dias; rezar a Ladainha Lauretana, o Ofício de Nossa Senhora, a Coroa de glória da Virgem Maria (de São Luiz de Montfort) e rezar a Coroa das Lágrimas da Virgem Maria. Fiz a consagração a Nossa Senhora pelo método de São Luiz de Montfort, em 1994, e vivo esta devoção”.

Patrícia conta que seu relacionamento com Nossa Senhora é filial, não está ligado somente a uma prática de devoção, mas a um relacionamento de Mãe e filha. “E como dizia Monsenhor Jonas Abib, eu lhe conto tudo e conto com Ela em tudo. Na minha vida e na minha vocação também foi ela quem tudo fez, mesmo antes de eu começar a me dirigir em oração a Ela”.

Santo Terço e intercessão de Maria

O missionário da Comunidade Canção Nova, Sandro Aparecido Arquejada, afirma que a oração do Terço o ajuda a estar mais próximo de Nossa Senhora, a lembrá-la e consequentemente querer viver as suas virtudes. “Ela viveu sua vida na perfeição da santidade, e eu sei que nunca chegarei ao nível dela, mas quero alcançar o máximo que eu puder, inspirado nela. Também creio que, não só a devoção me ajuda, por meu esforço, mas que Maria vem em meu socorro, intercedendo pela graça que eu preciso”.

“Eu vivo a devoção Mariana com muito amor . Eu reconheço em Maria a minha mãe espiritual, Ela, de fato, é mãe, mestra e formadora. Ela está presente em tudo o que me acontece de forma discreta e muito real, como expressou, muitas vezes, nosso pai Fundador, padre Jonas Abib. ‘Maria caminha em nossa casa, ela está presente em todas as situações e em todos os ambientes como mãe zelosa’. Quando pego o terço estou dando as mãos para a minha mãe e deixando que ela me conduza (…). Nas Ave-Marias, eu me consagro a Nossa Senhora e d’Ela recebo os cuidados de mãe”, conta a missionária e apresentadora do Terço Mariano da TV Canção Nova, Sônia Venâncio.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo