window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

IGREJA CATÓLICA

Cardeal Krajewski leva bençãos do Papa na Páscoa ucraniana

O cardeal Konrad Krajewski, o esmoleiro papal, concelebra a missa no domingo de Páscoa na catedral católica de Kiev e lembra aos ucranianos que Cristo venceu a morte e, portanto, nunca devemos perder a esperança

Da redação, com Vatican News

Cardeal Konrad Krajewski / Foto: Reprodução Youtube

Enquanto a Igreja de rito latino celebrava a grande festa da Páscoa, o esmoleiro papal trouxe as bênçãos do Papa Francisco ao povo sofredor da Ucrânia. O cardeal Konrad Krajewski participou da Missa do Domingo de Páscoa na Catedral Católica de Kiev. A missa foi presidida por Dom Visvaldas Kulbokas, Núncio Apostólico na Ucrânia, e Dom Vitalii Kryvytskyi, da diocese de Kiev-Zhytomyr.

Subindo além da dor

O cardeal recordou sua visita na Sexta-feira Santa ao local em que uma vala comum foi contruída na cidade de Borodyanka, onde mais de 80 corpos foram enterrados durante a ocupação russa da área. Durante a missa do Domingo de Páscoa, o cardeal Krajewski disse que nossa fé não deve cessar diante de tanto horror e dor.

“Cristo teve que ressuscitar, porque senão teríamos permanecido em uma perpétua Sexta-feira Santa. Se parássemos e ficássemos apenas no sofrimento e no pecado, humanamente falando, não haveria saída para essa situação.”

Bênção do Papa

No entanto, continuou o cardeal Krajewski, a morte não teve a última palavra. “Graças a Deus há a Ressurreição. Quando Cristo rejeita todo o mal, há esperança em Sua bênção”.

O religioso então recordou as palavras do Papa Francisco na Páscoa Urbi et Orbi, durante a qual exortou a todos a rezar pela Ucrânia. “Trago-lhes a bênção do Santo Padre”, disse ao povo da Ucrânia da Catedral de Kiev. “Que a paz reine, porque Cristo venceu a morte. Ele ressuscitou, e nós também ressuscitaremos”.

“Христос воскрес!” concluiu em ucraniano. “Cristo ressuscitou!”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo