window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

28 a 30 de abril

Papa se prepara para Viagem Apostólica à Hungria

Santa Sé divulgou detalhes da visita de Francisco ao país da Europa Central que será de 28 e 30 de abril

Da Redação, com Vatican News

Papa cumprimenta o público em sua passagem por Budapeste em 12 de setembro de 2021 / Foto: REUTERS/Remo Casilli

A próxima viagem do Papa Francisco será na semana que vem, de 28 a 30 de abril, com destino à Hungria. A programação foi atualizada pela Santa Sé nesta sexta-feira, 21. Foi incluída no programa uma visita à comunidade greco-católica local. Também hoje, o diretor da sala de imprensa vaticana, Matteo Bruni, comentou os preparativos para a viagem.

Essa será a 41ª missão internacional realizada pelo Santo Padre desde que iniciou o seu pontificado, em março de 2013, e a segunda em 2023. Anteriormente, ele visitou a República Democrática do Congo e o Sudão do Sul, no início do ano.

Leia também
.: Papa frisa missão das viagens papais: confirmação na fé e proximidade
.: Divulgados lema e logotipo da visita do Papa Francisco à Hungria

.: O Papa será muito bem recebido em meu país, diz embaixador da Hungria

Francisco já esteve no país da Europa Central em 2021. Na ocasião, presidiu a Missa de encerramento do 52º Congresso Eucarístico Internacional. “Papa Francisco está mantendo sua promessa feita ao povo húngaro de que retornaria”, lembrou Bruni. 

Agora, o Papa retorna levando o lema “Cristo é nossa esperança”, e verificará de perto a crise migratória. A Hungria também tem sido destino de ucranianos que fogem da guerra. 

Programação

Toda a Viagem Apostólica se dará em Budapeste, capital da Hungria. O Papa Francisco chegará no dia 28 e visitará o presidente e o primeiro-ministro do país. Depois, se encontrará com autoridades, a sociedade civil e o corpo diplomático, fazendo um discurso na ocasião. Mais tarde, também irá ao encontro de bispos, sacerdotes, diáconos, consagrados, seminaristas e operadores pastorais, também falando a eles.

No sábado, 29, o Santo Padre fará uma visita privada ao Instituto Beato László Batthyány-Strattmann, que acolhe e atende crianças com deficiência visual e outras. Depois, se encontrará com pobres e refugiados na Igreja Santa Isabel da Hungria. Ainda visitará a comunidade greco-católica, fará um encontro com jovens do país e, por fim, terá uma audiência privada com membros da Companhia de Jesus.

No último dia de sua viagem, domingo, 30, o Papa presidirá uma Missa na Praça Kossuth Lajos e rezará o Regina Coeli. Por fim, se encontrará com universitários na Universidade Católica Péter Pázmány, e partirá de volta a Roma ao final do dia.

Igreja na Hungria

Segundo dados do Escritório Central de Estatística da Igreja, atualizados em 31 de dezembro de 2021, a população da Hungria é de aproximadamente 9,7 milhões de pessoas, das quais cerca de 6 milhões são católicas (61,2% do total). O país conta com 17 circunscrições eclesiais e 2048 paróquias. São 37 bispos (dados de fevereiro de 2023) e 1967 sacerdotes ao todo, resultando em 3028 católicos por sacerdote.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo