Papa receberá familiares das vítimas do atentado em Nice

Encontro será realizado no Vaticano dois meses após a tragédia que chocou o mundo

Da Redação, com informações da Rádio Vaticano

Caminhão utilizado no ataque asegue sob análise / Foto; Reprodução Reuters

Caminhão utilizado no ataque asegue sob análise / Foto; Reprodução Reuters

O Papa Francisco receberá em audiência no próximo dia 24 os familiares das vítimas do atentado em Nice. A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 16, pelo diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Greg Burke.

O atentado em Nice aconteceu em 14 de julho passado, quando um agressor dirigiu um caminhão em alta velocidade, atropelando várias pessoas que participavam da festa por ocasião do Dia da Bastilha. Mais de 85 pessoas morreram e centenas ficaram feridas. O Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque, cometido pelo franco-tunisiano Mohamed Lahouaiej Bouhlel, de 31 anos.

Na época do ocorrido, o Papa Francisco se manifestou a respeito, expressando sua solidariedade às vítimas e a todo o povo francês. O Santo Padre condenou a violência cega que mais uma vez atingiu a França, matando inclusive crianças.

Acesse
.: Outras notícias sobre o atentado em Nice 

“Rezo pelas vítimas do atentado em Nice e seus familiares. Peço a Deus que converta o coração dos violentos, obcecados pelo ódio”, escreveu Francisco em sua conta no twitter por ocasião do atentado. Ele chegou a ligar para o prefeito de Nice, Christian Estrosi, para expressar seus sentimentos pelo atentado terrorista.

O atentado também foi condenado pelo bispo de Nice, Dom André Marceau, que classificou a tragédia como uma carnificina chocante, um escândalo. “Como é racionalmente possível que um ser humano possa ser autor de uma tal carnificina? O homem não foi feito para a morte. Não foi feito para causar a morte! Isso para mim é realmente um escândalo!”, disse o bispo na época.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo