window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

Após o Regina Coeli

Papa faz apelo por Jerusalém e pela Colômbia: "Chega de confrontos!"

Francisco pediu por “soluções compartilhadas” e orações pelos dois países

Da redação, com Vatican News

Confrontos em Jerusalém registrados neste sábado, 8/Foto: REUTERS/Ronen Zvulun

“Acompanho com particular preocupação os acontecimentos que estão ocorrendo em Jerusalém”. Com estas palavras, após a recitação do Regina Caeli deste domingo, 9, o Papa Francisco chamou a atenção para a Cidade Santa.

O Pontífice afirmou que está rezando para “que ela possa ser lugar de encontro e não de confrontos violentos; um lugar de oração e de paz”.

O apelo por soluções compartilhadas

“Convido a todos a buscarem soluções compartilhadas, para que a identidade multirreligiosa e multicultural da Cidade Santa seja respeitada e possa prevalecer a fraternidade”, disse.

O Santo Padre reiterou que “a violência só gera violência” e afirmou: “Chega de confrontos!”.

Pensamento à Colômbia

O Papa também dirigiu o seu pensamento para a Colômbia: “Também quero expressar a minha preocupação com as tensões e conflitos violentos na Colômbia que causaram mortes e feridos. Há muitos colombianos aqui, rezemos por sua pátria”.

Após outras referências a eventos atuais no momento após a recitação do Regina Caeli, Francisco desejou um bom domingo, com o habitual convite para rezar por ele.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo