Papa Francisco renova Comissão Cardinalícia de Vigilância do IOR

A Comissão de Vigilância é  composta por cinco cardeais

Liliane Borges
Da Redação, com Boletim da Santa Sé

Banco do Vaticano

A Comissão Cardinalícia foi criada pelo Papa Bento XVI / Foto: Arquivo

A Sala de Imprensa do Vaticano informou nesta quarta-feira, 15, que o Papa Francisco renovou,  para os próximos cinco anos,  a Comissão Cardinalícia de vigilância do Instituto para as Obras Religiosas (IOR).

A nova Comissão é composta pelo arcebispo de Viena, Dom Christoph Schönborn;  pelo arcebispo de Toronto,  Dom Thomas Christopher Collins;  pelo presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, Dom Jean-Louis Tauran; pelo arcipreste da Basílica papal Santa Maria Maior, Dom Santos Abril y Castelló e pelo Secretário de Estado do Vaticano, Dom Pietro Parolin.

A Comissão, criada pelo Papa Bento XVI,  tem como objetivo acompanhar todas as movimentações financeiras realizadas pelo Instituto para as Obras Religiosas, popularmente conhecido como “Banco do Vaticano”.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo