window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

Cuidado da Casa Comum

Mensagem à COP23: Papa pede estilo de vida voltado à ecologia integral

Santo Padre enviou mensagem à conferencia sobre clima em andamento em Bonn, na Alemanha

Da Redação, com Rádio Vaticano 

O Papa Francisco enviou uma mensagem à 23ª sessão da Conferência sobre Mudanças Climáticas (COP23), que termina nesta sexta-feira, 17, em Bonn, na Alemanha. No texto, o Santo Padre pede uma ação livre de pressões políticas e econômicas

No texto enviado ao primeiro-ministro das Ilhas Fiji, Frank Bainimarama, que preside a COP23, o Papa enaltece os esforços e resultados obtidos na COP21 de 2015, em Paris: um modelo de desenvolvimento econômico de baixo consumo de carvão que encoraja a solidariedade, atendendo as necessidades também das populações mais vulneráveis.

“Agora, em Bonn, vocês estão definindo e construindo regras e mecanismos para que aquele Acordo contribua para alcançar os objetivos propostos. É preciso manter alta a vontade de colaboração”, frisa o Papa, que adverte: “Devemos evitar quatro atitudes perversas: negação, indiferença, acomodação e confiança em soluções inadequadas”.

Leia também
.: Líderes das Ilhas do Pacífico discutem mudanças climáticas na COP23
.: Santa Sé na COP23: “Passar da decisão moral aos fatos”

Para o Papa, soluções técnicas são necessárias, mas insuficientes. Ele considera que é essencial levar em consideração também os aspectos e impactos éticos e sociais do novo paradigma de desenvolvimento a breve, médio e longo prazo.

Francisco invoca novamente educação e estilos de vida voltados para uma ecologia integral, uma ação sem demora e livre de pressões políticas e econômicas, e uma consciência responsável em relação à Casa Comum e a contribuição de todos.

Saudando os participantes do evento, o Papa faz votos que seus trabalhos sejam animados pelo mesmo espírito colaborativo e propositivo manifestado durante a COP-21. “Isto permitirá acelerar a conscientização e a adoção de decisões eficientes para contrastar o fenômeno das mudanças climáticas e ao mesmo tempo, combater a pobreza e promover o verdadeiro desenvolvimento humano integral”.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo