Em viagem apostólica

Digam não a toda forma de corrupção e ilegalidade, pede Papa

O Papa Francisco visitou a cidade de Caserta  e exortou os fiéis a negarem qualquer forma de corrupção e ilegalidade

André Cunha
Da redação

"Peço que tenham a coragem de dizer não a qualquer forma de corrupção e ilegalidade", pediu Francisco. Foto: Reprodução/CTV

“Peço que tenham a coragem de dizer não a qualquer forma de corrupção e ilegalidade”, pediu Francisco. Foto: Reprodução/CTV

O Papa Francisco faz mais uma viagem apostólica neste sábado, 26, desta vez à cidade de Caserta, região ao Sul da Itália. O Papa chegou por volta das 16h (horário italiano), para um encontro com os sacerdotes da diocese de Nápoles, na Escola de Suboficiais de Aeronáutica Militar.

O outro compromisso oficial foi a celebração da Missa. Francisco entrou num veículo aberto e foi saudado por cerca de 200 mil pessoas que encheram o local com gritos de saudação e acolhimento.

Na homilia, o Papa exortou o fiéis a dizerem não a todo tipo de corrupção. “Peço que tenham a coragem de dizer não a qualquer forma de corrupção e ilegalidade, que todos sejam servidores da verdade e assumam sempre um estilo de vida evangélico, que se manifesta no dom de si e na atenção aos pobres e excluídos”.

Acesse:
.: Íntegra da homilia do Papa em Caserta

O Pontífice destacou ainda a presença do Reino de Deus no mundo, na pessoa de Jesus. Explicou o que é, como encontrá-lo e como possuir este Reino. Sobre esta última questão, o Papa disse que Jesus é muito claro: “não basta a emoção, a alegria da descoberta”. “É preciso colocar Deus em primeiro lugar em nossas vidas, preferi-Lo antes de tudo”. Dar primazia a Deus significa, segundo ele, ter a coragem de dizer não para o mal, a violência, a opressão.

“É viver uma vida de serviço aos outros e em favor da lei e do bem comum. Quando uma pessoa encontra Deus, o verdadeiro tesouro, abandona o estilo de vida egoísta e tentar compartilhar com os outros o amor que vem de Deus. Quem se torna amigo de Deus, ama seus irmãos, se empenha em proteger suas vidas e sua saúde, também respeitando o meio ambiente e a natureza”, completou.

“Peço que tenham a coragem de dizer não a qualquer forma de corrupção e ilegalidade, que todos sejam servidores da verdade e assumam sempre um estilo de vida evangélico, que se manifesta no dom de si e na atenção aos pobres e excluídos”, concluiu.

Na segunda-feira, 28 de julho, Francisco faz nova deslocação a Caserta, desta vez para o encontro privado com Giovanni Traettino e a sua comunidade.

 

Cerca de 200 mil fiéis participam de Missa com o Papa em Caserta / Foto: Reprodução

Cerca de 200 mil fiéis participaram da Missa com o Papa em Caserta / Foto: Reprodução

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo