window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

Balanço

Enem 2020: 1º dia de prova tem 51,5% de abstenção

Inep fez balanço do primeiro dia de prova do Enem 2020 neste domingo, 17

Da Redação, com informações da Agência Brasil

Coletiva de imprensa para apresentar balanço do primeiro dia de provas do Enem 2020 / Foto: Reprodução TV Brasil

O primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, neste domingo, 17, teve abstenção recorde: 51,5% dos candidatos inscritos, informa o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Nesse primeiro dia, os candidatos fizeram as provas de linguagens, ciências humanas e de redação.

Em números, 2.842.332 faltaram às provas, em um total de 5.523.029 inscritos para a versão impressa. No ano passado, a abstenção do primeiro dia de provas foi de 23%.

O balanço sobre o primeiro dia do exame foi apresentado em coletiva de imprensa neste domingo, 17. Além do índice de abstenção, outros dados foram apresentados e, segundo o presidente do Inep, Alexandre Lopes, são preliminares.

O número de candidatos eliminados foi de 2.967. Trata-se de candidatos que não respeitaram as regras da prova, entre elas, as medidas de segurança sanitária tendo em vista a pandemia, como usar máscara cobrindo a boca e o nariz durante toda a aplicação.

Ao todo, 69 participantes foram afetados por questões logísticas, como emergências médicas, falta de energia elétrica entre outros.

Reaplicação

Por causa da pandemia, candidatos que tivessem sintomas da covid-19 ou de outras doenças infectocontagiosas não deveriam comparecer ao exame. Esses participantes podem acionar o Inep, mediante a apresentação de laudo médico e documentos comprobatórios, entre os dias 25 e 29 de janeiro. A reaplicação da prova será nos dias 23 e 24 de fevereiro. Até o momento, 10.171 participantes pediram reaplicação. Desse total, o Inep aceitou o pedido de 8.180.

Quem fez a prova ontem mas, a partir de hoje, apresentar sintomas, deve notificar o Inep e não comparecer ao segundo dia de exame, que será no domingo, 24. Esses participantes também terão direito à reaplicação.

Outro caso de reaplicação será o de candidatos que tenham sido impedidos de entrar nos locais de aplicação em virtude de salas cheias e a necessidade de respeitar o distanciamento de participantes. Estudantes relataram essa situação e, questionado a respeito, Lopes informou que isso está sendo apurado. Os casos foram relatados em 11 locais de prova em Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Londrina (PR), Pelotas (RS), Caxias do Sul (RS) e Canoas (RS).

Também terão direito à reaplicação os 160.548 estudantes que fariam a prova no estado do Amazonas, 2.863 em Rolim de Moura (RO) e 969 em Espigão D’Oeste (RO), por conta dos impactos da pandemia nessas localidades.

Próxima etapa

O segundo dia do Enem 2020 será no domingo, 24, com as provas de matemática e ciências da natureza. Este ano, o exame terá também uma versão online, que será aplicada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo