window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047'); window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-EZJ58SP047');

Envelhecimento da população

Papa Francisco participará de encontro dedicado à crise demográfica

Participação acontecerá no dia 14 de maio; Evento foi convocado pelo presidente do Fórum italiano das Associações de Famílias

Da redação, com Vatican News

Papa Francisco/ Foto: Daniel Ibanez – CNA

A Covid-19 só piorou uma tendência caía vertiginosamente. Na Itália não nascem mais crianças. O país está envelhecendo e ficando despovoado, e as políticas de apoio têm pouco impacto.

Leia mais
.: Número de nascimentos bate recorde negativo na Itália

A crise demográfica é um tema delicado, uma questão que afeta muitas nações. No dia 14 de maio, em Roma, ela será objeto de análise e discussão em alto nível institucional. O encontro contará com uma excepcional contribuição inicial do próprio Papa.

Recomeçando a partir de novos nascimentos

Francisco – informou o diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, Matteo Bruni – estará, às 9h30, no Auditório della Conciliazione, em Roma, para o encontro “Stati Generali della Natalità”. No evento, será discutido o “destino demográfico da Itália e do mundo”.

A iniciativa on-line, promovida pelo presidente nacional do Fórum das Associações de Famílias, Gigi De Palo, trata de um tema “que se tornou ainda mais atual pelos efeitos dramáticos da pandemia”. A crise sanitária levou mais de um milhão de famílias a uma situação de pobreza no país.

O objetivo central do encontro, portanto, é “lançar um apelo de corresponsabilidade para que o país possa recomeçar a partir de novos nascimentos”.

Queda e novas oportunidades

Nesta baixa demográfica, a Itália em particular, há mais de uma década, é “um país cada vez mais velho e menos povoado”. A nação é afetada por carências estruturais e legislativas em níveis fiscais, econômicos e sociais que se refletem na queda dos nascimentos.

Um cenário que precisa ser revertido com o impulso da “oportunidade imperdível” do Plano Nacional de Recuperação e Resiliência (PNRR), entregue pelo governo italiano à União Europeia.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo