Congresso Nacional

“Só o Evangelho pode transformar o mundo”, diz pregador

"É preciso que os carismáticos 'vivam' como Batizados no Espírito Santo. É preciso encarnar o Evangelho, porque só Ele será capaz de transformar o mundo". Foi o que afirmou o Coordenador do Ministério de Pregação, Lázaro Praxedes, na coletiva de imprensa desta manhã, dia 26, durante o XXVI Congresso Nacional da RCC.

Segundo Lázaro, "estamos em um tempo profético e participar deste encontro é ter um novo impulso. Não podemos reter a graça de tudo o que estamos vivendo aqui para nós".

Participaram, também, da coletiva, Ironi Spuldaro e Diácono Nelsinho Corrêa (Comunidade Canção Nova) falando sobre o evento e a repercussão deste Congresso.

Ironi, ao comentar sobre os 40 anos da RCC, alertou que "não podemos dizer que estamos aprendendo, já chegamos a maturidade. É preciso levantar a Pátria desse abatimento, levantar nossa cruz, como disse Dom Azcona: 'Não existe Deus fora da Cruz' e, voltar para casa e se comprometer com Jesus, com a Igreja, com a Eucaristia. É preciso comprometimento".

Diácono Nelsinho Corrêa, comentou que têm aprendido muito com Padre Jonas Abib, Fundador da Comunidade Canção Nova, a ser fiel e coerente.

"O meu modelo é o Padre Jonas, ele é fiel e está se consumindo como uma vela. O Padre nos ensinou a nunca 'bater de frente' mas seguir com diálogo e com perseverança. Continuar fazendo sem escandalizar. Ele nunca perdeu as características da RCC, obedecendo sempre a hierarquia da Igreja. Ele é um farol a seguir", afirmou o Diácono, já há 32 anos na Comunidade Canção Nova.

Ironi Spuldaro comentou sobre seu livro "Há poder de Deus", que já alcançou aproximadamente o número de 40 mil cópias vendidas: "Este livro significa muito. Imagine pedir para alguém, que nunca escreveu nada, escrever um livro e vender tudo isso em menos de um ano… só pode ser Obra de Deus". E explicou que o livro testemunha a ação de Deus em sua vida de missionário e conduz as pessoas a um caminho da Palavra que leva a um encontro com Deus.

Partilhando sobre seu trabalho como Coordenador do Ministério de Pregação, Lázaro, disse que o trabalho de formação dos pregadores já existe há alguns anos, e que desde que assumiu a coordenação, em fevereiro de 2006, iniciou-se um trabalho com Oficinas para pregadores, para que o novo pregador não 'pratique' no Grupo de Oração, mas que chegue no Grupo já com experiência. E anunciou que no próximo ano, haverá um Encontro Nacional para Pregadores, para que cada vez mais se trabalhe as pregações kerigmáticas, proféticas e com muita unção.

Ao final da coletiva, Diácono Nelsinho comentou do significado para a Canção Nova de receber a RCC aqui, em sua sede, recordando "que o Padre Jonas sempre nos ensina que nascemos da Renovação, está em nossos estatutos. Quisemos dar a melhor acolhida aos nossos irmãos da RCC, para mostrar o respeito que temos por este movimento". E disse ainda que "acolher a RCC aqui é acolher um pouco da nossa história. É um novo sopro do Espírito Santo".

Lázaro, complementou dizendo que "o nosso coordenador nacional, Marcos Volcan, já havia afirmado no Congresso anterior que não existe diferença entre a RCC e as novas comunidades. A Renovação está aberta a representar todas as expressões carismáticas do País diante da Igreja".

Comentários

comentários

↑ topo