Estudo científico

Materialismo é problema e precisa ser tratado com psicólogo

Ser materialista prejudica muito a vida social e profissional de uma pessoa. Especialistas decidiram aprofundar-se no assunto, como mostra a pesquisa publicada na revista científica Journal of Occupation and Organizational Psychology.

O estudo comprovou que quanto mais materialista o indivíduo for, mais chances ele terá de enxergar a própria família como um obstáculo ao seu trabalho e ao desenvolvimento pessoal. Para a realização da pesquisa, especialistas avaliaram 274 pessoas que responderam a um questionário, indicando até que ponto as demandas do trabalho interferiam em suas responsabilidades familiares e também em que extensão a família era o ponto principal a interferir no trabalho e na vida profissional.

Foi constatado que a pessoa materialista associa-se significativamente às medidas de interferência da família no trabalho. Geralmente, esses indivíduos também costumam associar essa interferência a uma sobrecarga do trabalho, dizendo sempre que têm muita coisa para fazer em um curto espaço de tempo.

"A pesquisa é importante, pois mostra o quanto o apego aos bens materiais interfere nos relacionamentos com as pessoas queridas. Penso que os resultados obtidos podem ser utilizados futuramente por psicólogos na prática clínica, de modo a amenizar o sofrimento causado pelas consequências que este afastamento da família pode causar", explica a psicóloga Denise Marcon.

Siga o Canção Nova Notícias no twitter.com/cnnoticias
Conteúdo acessível também pelo iPhone – iphone.cancaonova.com

Comentários

comentários

↑ topo