Bento XVI em Madri

Grandeza da humanidade é demonstrada na relação com quem sofre

"Uma sociedade que não consegue aceitar os que sofrem e não é capaz de contribuir, mediante a compaixão, para fazer com que o sofrimento seja compartilhado e assumido… é uma sociedade cruel e desumana", afirmou o Papa Bento XVI neste sábado, 20, na visita a Fundação São José de Madri, que realiza um trabalho de acolhimento a pessoas enfermas e com deficiência.

O Santo Padre destacou que a "grandeza da humanidade determina-se essencialmente na relação com o sofrimento e com quem sofre", e que no rosto dessas pessoas também nos é oferecida a face de Cristo sofredor. "Desde que o Filho de Deus quis abraçar livremente a dor e a morte [na cruz, pela nossa redenção], a imagem de Deus é-nos oferecida também no rosto de quem padece".


Bento XVI afirmou que precisamos olhar aqueles que sofrem com "olhos puros", para que, além das coisas exteriores que necessitam, possamos dar-lhes também um olhar amoroso. E ressaltou que isso só é possível se for fruto "de um encontro pessoal com Cristo".

O Papa destacou a grandeza do trabalho realizado pelos religiosos, familiares, profissionais da saúde e voluntários que convivem e trabalham diariamente com estes jovens. "A vossa vida e dedicação proclamam a grandeza a que é chamado o homem: compadecer-se e acompanhar quem sofre, como o fez o próprio Deus. E, no vosso maravilhoso trabalho, ressoam também estas palavras evangélicas: 'Sempre que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, a Mim mesmo o fizestes' (Mt 25, 40)".

Por outro lado, Bento XVI afirmou que também estes jovens com deficiência trazem uma contribuição para quem os acompanha. "De maneira misteriosa mas muito real, a sua presença [dos jovens] suscita em nossos corações, frequentemente endurecidos, uma ternura que nos abre à salvação. Sem dúvida, a vida destes jovens muda o coração dos homens e, por isso, damos graças ao Senhor por tê-los conhecido".

Diante da sociedade que muitas vezes põe em dúvida a dignidade da vida humana, o Santo Padre afirmou que o trabalho das pessoas que cuidam destes jovens contribui para "edificar a civilização do amor".  "Sois protagonistas desta civilização [do amor]. E, como filhos da Igreja, ofereceis ao Senhor as vossas vidas, com as suas penas e as suas alegrias, colaborando com Ele e entrando, de algum modo, “a fazer parte do tesouro de compaixão de que o gênero humano necessita”.

A Fundação São José pertence a Arquidiocese de Madri e atende pessoas com lesão medular, lesões cerebrais ou residentesgeriátricos com deficiência intelectual. A instituição possui 392 leitos hospitalares e atendeu mais de 130.280 pessoas no ano passado.

A próxima atividade do Papa, ainda neste sábado, é a Vigília de Oração com os jovens no Aeroporto Quatro Ventos de Madri. O momento será transmitido ao vivo pela  TV Canção Nova. a partir das 15h30.

Acesse
.: Quanto custa uma Jornada Mundial da Juventude?
.: Mensagem de Bento XVI para a JMJ 2011
.: Site oficial da JMJ 2011
.: Veja fotos da cobertura da JMJ 2011 no Flickr

Comentários

comentários

↑ topo