Restaurando vidas

Comunidade Nova Aliança comemora 20 anos

Com o tema “20 anos Reconstruindo Histórias, Restaurando Vidas”, a Comunidade Católica Nova Aliança (CCNA) celebra os 20 anos de sua existência com um Congresso que começa nesta sexta-feira, 4, às 19h, em Anápolis (GO).

O evento vai até o domingo, 6, e reunirá participantes e palestrantes de várias regiões do país e do mundo no rincão da Comunidade.

Entre os convidados estarão o bispo de Anápolis, Dom João Wilk; arcebispo de Belém (PA), Dom Alberto Taveira; o bispo da Prelazia do Marajó (PA), Dom José Azcona; Dom Adair José da diocese de Rubiataba/Mozarlândia; Matteo Calisi, presidente da Fraternidade Católica Internacional das Novas Comunidades; e José Prado Flores, diretor da Escola de Evangelização Santo André do México.

O evento contará ainda com a participação de demais bispos, pregadores e leigos do México, Itália, Mali, Burkina Faso (África) e da França.

Nesta quinta-feira, 3, às 18h30 haverá uma Missa presidida por Pe. Robson de Trindade, propagador da devoção ao Divino Pai Eterno.

“Hoje podemos dizer com toda certeza que foi o Senhor quem nos chamou há 20 anos para entregarmos as nossas vidas pela instauração e restauração da aliança de amor, compromisso e fidelidade entre Deus Pai e a humanidade”, ressalta o fundador Magno  Fernando.

A Nova Aliança realiza um trabalho de evangelização há 20 anos na Diocese de Anápolis e em outras dioceses do país, como Natal (RN), Belém (PA), Prelazia da Ilha do Marajó (PA), Caruaru (PE), Palmas (TO), Joinville (SC), Uruaçu (GO), Rubiataba/Mozarlândia (GO), e em Toulon na França.

História da Comunidade

A Comunidade Católica Nova Aliança nasceu no dia 02 de fevereiro de 1991, a partir do Projeto de Evangelização 2000, através de um jovem de 21 anos, o fundador e moderador geral Magno Fernando. Depois do Curso de Evangelizadores realizado em Maio de 1990, foi instalado o Escritório Diocesano da Evangelização 2000, onde vários jovens se reuniam frequentemente para oração, partilha, vivência e serviço a Deus e aos irmãos, principalmente através da evangelização de casa em casa.

 

Comentários

comentários

↑ topo